As Notícias do Mundo Lusófono
Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 director: Norberto Hossi
Pesquisar

em
Notícias

» Angola
» Brasil

» Cabo Verde
» Guiné-Bissau
» Moçambique
» Portugal
» S. Tomé e Príncipe
» Timor Leste
» Comunidades
» CPLP
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
Canais


» Manchete
» Opinião
» Entrevistas
» Comunicados
» Coluna do Leitor
» Bocas Lusófonas
» Lusófias
» Alto Hama

» Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
Serviços

» Classificados
» Meteorologia
» Postais Virtuais
» Correio

» Índice de Negócios
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
Desporto
Moçambique garante êxito
dos X Jogos Africanos 2011

- 15-Oct-2010 - 12:03


Poderá o país gastar nesta prova mais de 100 milhões de euros? São cada vez mais os que dizem que não

Moçambique vai “honrar o compromisso de organizar com sucesso os X Jogos Africanos”, em 2011, inspirando-se no êxito da vizinha África do Sul, que organizou este ano o Mundial de Futebol, prometeu hoje o primeiro-ministro moçambicano. Os responsáveis do Conselho Superior do Desporto em África (SCASA) encontram-se em Maputo desde sábado, para avaliar a capacidade do país em realizar em Setembro do próximo ano o maior evento desportivo africano. As obras estão muito atrasadas e a situação económica e social parece justificar, ao contrário da tese do governo, a desistência.

A confiança das entidades desportivas internacionais na capacidade de o país acolher grandes provas tem sido questionada desde que o Comité Internacional de Hóquei em Patins (CIRH) retirou em Junho último a organização do 40º Campeonato do Mundo de hóquei em patins do Grupo A, marcado para 2011, por falta de condições.

Internamente, o Governo tem sido pressionado por vários círculos para que o país abdique da prova, face aos enormes custos financeiros da mesma, (mais de 100 milhões de euros), numa altura de forte descontentamento popular face ao elevado custo de vida no país.

Hoje, discursando em Maputo na abertura da II Reunião do SCASA, que vai analisar até sábado os relatórios dos inspectores do organismo sobre a aptidão do país para acolher os X Jogos Africanos, o primeiro-ministro moçambicano, Aires Aly, exprimiu confiança no sucesso da organização.

“Vamos honrar o compromisso que assumimos de organizar com sucesso os X Jogos Africanos. Vamos atingir as expectativas criadas à volta de Moçambique em relação ao êxito dos jogos”, disse Aires Aly.

O primeiro-ministro sublinhou: “Estamos motivados e orgulhosos do momento histórico que nos espera e também temos a consciência das oportunidades ilimitadas que estão ao nosso alcance”.

Segundo o governante, a organização exemplar do Mundial de Futebol pela África do Sul, de 11 de Junho a 11 de Julho, inspira Moçambique a encarar com optimismo a responsabilidade de acolher o mais importante evento desportivo continental.

“Estamos conscientes das oportunidades que os nossos irmãos e irmãs da região Austral de África obtiveram com a realização do evento mais popular do planeta, o Mundial de Futebol. Esse facto tem-nos inspirado e estimulado a fazer o melhor que estiver ao nosso alcance”, enfatizou Aires Aly.

Por seu turno, o presidente do SCASA, Jacques Yvon Ndolou, transmitiu palavras de encorajamento ao país, afirmando que todas entidades desportivas africanas “vão conjugar esforços para que os jogos sejam um sucesso”.

“Vai confirmar-se a dinâmica de unidade em torno de Moçambique, como demonstração de vontade para o alcance do sucesso”, enfatizou Ndolou.

A menos de um ano da realização dos X Jogos Africanos, Moçambique já tem pronto o novo Estádio Nacional, mas as obras da Vila Olímpica, que terá pouco mais de 1006 apartamentos para mais de sete mil pessoas, ainda estão na fase de fundações.

A organização debate-se ainda com o lançamento da maioria dos concursos públicos para a selecção dos prestadores de serviços necessários à realização do evento.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo

 
 Video Destaque
Ligações

Jornais Comunidades

 
Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Website Design Portugal por NOVAimagem