Anuncie no Noticias Lusofonas
           As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 director: Norberto Hossi
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Cultura
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Comunidades
Português mas quer investigar a crise lusitana
- 5-Jun-2011 - 15:44

O presidente do Tribunal de Contas Europeu, com sede no Luxemburgo, o português Vítor Caldeira, defendeu uma investigação em Portugal sobre as causas da crise, para resolver o que considerou ser, a nível europeu, a falta de responsabilização no controlo das políticas orçamentais.


Vítor Caldeira, em entrevista à agência Lusa, à margem do VIII Congresso da EUROSAI (Organização das Instituições Superiores de Controlo das Finanças Públicas da Europa), considerou que o Tribunal de Contas português deveria ter um papel, na eventualidade de uma investigação.

“Se Portugal pode beneficiar dessa medida? Eu penso que sim. Se for feita de forma independente e objetiva, ela tem vantagens. Naturalmente neste caso, o Tribunal de Contas português teria um papel importante nesta matéria. Aí estamos já no domínio do seguimento político ao nível do Parlamento, e é uma área que ganhará em ser clarificada, sobretudo tendo em conta a necessidade de garantir de forma séria mecanismos públicos de responsabilização”, afirmou Vítor Caldeira.

O juíz português disse ainda que o Tribunal de Contas europeu concluiu, recentemente, numa análise às consequências da crise, que há na Europa “um défice de responsabilização, no seguimento das políticas orçamentais e do controlo da execução, a termo, dessas políticas” e afirmou que, nesse contexto, uma investigação às causas da crise ganha mais relevância.

“Naturalmente que, para que esse tipo de atividades se faça com sucesso, é necessário conhecer as razões porque é que se chegou aí, para que se compreendam melhor as medidas que há a tomar e como as tomar”, sublinhou Vítor Caldeira.

Na segunda-feira, o presidente do Tribunal de Contas português, Guilherme d’Oliveira Martins, defendeu que, mais importante que fazer uma investigação às causas da crise portuguesa, é mais importante trabalhar para preparar o futuro.

O presidente do Tribunal de Contas falava à imprensa à margem da sessão de abertura do VIII congresso da EUROSAI - que reúne em Lisboa, até 02 de junho, mais de 50 países e organizações participantes - organização que vai ser presidida por Portugal nos próximos três anos.

Recentemente, Gylfi Zoega, membro do Banco Central da Islândia, defendeu em entrevista à Lusa que Portugal deve investigar quem e que causas estão na origem do elevado endividamento do Estado e dos bancos.

Também em entrevista à Lusa, o presidente da Comissão de Inquérito à Crise Financeira (FCIC, na sigla inglesa) do Estados Unidos, Phil Angelides, aconselhou recentemente uma investigação em Portugal, para determinar com rigor a história e as responsabilidades na crise e para estimular o debate informado.

fonte: bomdia.lu

Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 


 Ligações

 Jornais Comunidades
Faro Car Hire  
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona design e programação NOVAimagem - Web design, alojamento de sites, SEO