Apoio ao investimento estrangeiro em Portugal
           As Notícias do Mundo Lusófono
 Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 toda a lusofonia aqui
 Pesquisar
 
          em   
 Notícias

 » Angola
 » Brasil

 » Cabo Verde
 » Guiné-Bissau
 » Moçambique
 » Portugal
 » S. Tomé e Príncipe
 » Timor Leste
 » Comunidades
 » CPLP
 
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
 Canais


 » Manchete
 » Opinião
 » Entrevistas
 » Comunicados
 » Coluna do Leitor
 » Bocas Lusófonas
 » Lusófias
 » Alto Hama

 » Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
 Serviços

 » Classificados
 » Meteorologia
 » Postais Virtuais
 » Correio

 » Índice de Negócios
 
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
 
  Brasil
Brasil doou mais de duas toneladas de arroz e feijão a Moçambique
- 16-Feb-2012 - 16:53

Doações do Brasil e Espanha vão ajudar mais de 80 mil pessoas em Moçambique vítimas das cheias; Nações Unidas indicam que contribuições vão ajudar a melhorar segurança alimentar.


O Programa Mundial de Alimentação das Nações Unidas em Moçambique, PMA, agradeceu a doação de 2.236 toneladas de arroz e feijão do Brasil e US$ 1,3 milhão de Espanha para despesas de transporte da ajuda alimentar.

De acordo com o PMA, o arroz e o feijão vão ajudar a melhorar a segurança alimentar de cerca de 64,3 mil famílias moçambicanas em situação vulnerável, a residirem nas zonas do país afectadas pelas inundações e secas.

“Esta doação do governo do Brasil reflete o sentimento de solidariedade e fraternidade dos brasileiros para com o povo moçambicano”, afirmou o Ministro Nei Bitencourt, encarregado de Negócios do Brasil em Maputo.

Restabelecer Estoques

A doação permite ao PMA reabastecer os estoques de alimentos no país. A agência utiliza esses alimentos nas operações de alívio e de recuperação, quando estão na fase inicial.

Neste momento, a agência da ONU planeia distribuir alimentos para mais de 83 mil pessoas nas províncias da Zambézia e Maputo. Essas pessoas foram vítimas da tempestade tropical Dando e do ciclone Funso, que atingiram Moçambique em Janeiro.

O PMA adverte, no entanto, que o número total de vítimas pode aumentar assim que as avaliações de outras necessidades em outras províncias forem concluídas.

A maior parte da doação será distribuída sob a modalidade de comida pelo trabalho, que se centra na participação dos beneficiários na criação de bens comunitários em troca de alimentos nutritivos.


Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


 
   
 
 

 Ligações

 Jornais Comunidades
 
         
  Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

 edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona Web Design e SEO Portugal / Brasil por NOVAimagem