Construção e optimização de  web sites - NOVAimagem  - search engine optimization
As Notícias do Mundo Lusófono
Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 director: Norberto Hossi
Pesquisar

em
Notícias

» Angola
» Brasil

» Cabo Verde
» Guiné-Bissau
» Moçambique
» Portugal
» S. Tomé e Príncipe
» Timor Leste
» Comunidades
» CPLP
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
Canais


» Manchete
» Opinião
» Entrevistas
» Comunicados
» Coluna do Leitor
» Bocas Lusófonas
» Lusófias
» Alto Hama

» Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
Serviços

» Classificados
» Meteorologia
» Postais Virtuais
» Correio

» Índice de Negócios
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
Contra Corrente
Jorge Eurico



Jorge Fonseca versus José Maria Neves
- 9-May-2012 - 22:48

O ambiente entre o Presidente da República de Cabo Verde e o Primeiro-Ministro é de cortar à faca. Jorge Carlos Fonseca e José Maria Neves já não conseguem respirar o mesmo ar, o que é entendível, desde logo por serem de famílias políticas diferentes. Diz-se à boca pequena que «O Liberal» está ao serviço do Presidente da República, enquanto que o jornal «A Semana» faz fretes ao Primeiro-Ministro. O antigo presidente do MpD Carlos Veiga pode disso dar testemunho, a julgar pelos ataques políticos que o referido hebdomadário desferia contra ele.


O jornal online «O Liberal» noticiou recentemente que o Presidente da República de Cabo Verde chamou ao Palácio do Plateau o Primeiro-Ministro para dar-lhe um «forte puxão de orelhas». Motivo: Jorge Carlos Fonseca, segundo o jornal, não terá visto com bons olhos a participação de José Maria Neves na cimeira extraordinária de chefes de Estado e de Governo da CEDEAO.

O «puxão de orelhas» foi dado à porta fechada no Palácio do Plateau, mas, entretanto, «O Liberal» revelou a conversa mantida entre o Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, e o Primeiro-Ministro, José Maria Neves.

As fontes do jornal adiantaram que a participação do Primeiro-Ministro na cimeira extraordinária de chefes de Estado e de Governo da CEDEAO criou um incidente diplomático.

De acordo com as fontes do jornal, José Maria Neves devia estar em sintonia com o Jorge Carlos Fonseca para o efeito. Mas tal não aconteceu. Daí o facto de o Presidente da República ter chamado o Primeiro-Ministro ao Palácio do Plateau para avivar-lhe a memória sobre as regras que devem ser seguidas à letra e zelosamente respeitadas no que à condução dos negócios do Estado cabo-verdiano diz respeito.


A fazer fé nas fontes d’ «O Liberal», José Maria Neves terá saído do Palácio do Plateau «triste e de cara baixa (sic!)», depois de se ter penitenciado ante o Mais Alto Magistrado da Nação cabo-verdiana.

Em declarações à agência «Inforpress», o Primeiro-Ministro deplorou o facto de aspectos de uma conversa que teve lugar à porta fechada tenha saído a público de forma distorcida.

José Maria Neves afirmou, na ocasião, que as suas deslocações ao exterior em missão de serviço dispensam a autorização de Jorge Carlos Fonseca, uma vez que, segundo disse, «não é subordinado do Presidente da República (sic!»







Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


Anuncie no Noticias Lusofonas e dê a conhecer a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
Ligações

Jornal de Angola
Sindicato dos Jornalistas
AngolaPress - Angop
Televisão de Angola

Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona design e programação NOVAimagem - Web design, alojamento de sites, SEO