Construção e optimização de  web sites - NOVAimagem  - search engine optimization
As Notícias do Mundo Lusófono
Notícias de Angola Notícias do Brasil Notícias de Cabo Verde Notícias da Guiné-Bissau Notícias de Moçambique Notícias de Portugal Notícias de São Tomé e Príncipe Notícias de Timor Leste
Ir para a página inicial de Noticias Lusofonas desde 1997 director: Norberto Hossi
Pesquisar

em
Notícias

» Angola
» Brasil

» Cabo Verde
» Guiné-Bissau
» Moçambique
» Portugal
» S. Tomé e Príncipe
» Timor Leste
» Comunidades
» CPLP
Informação Empresarial
Anuncie no Notícias Lusófonas e divulgue a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
Canais


» Manchete
» Opinião
» Entrevistas
» Comunicados
» Coluna do Leitor
» Bocas Lusófonas
» Lusófias
» Alto Hama

» Ser Europeu

Siga-nos no
Siga o Notícias Lusófonas no Twitter
Receba as nossas Notícias


Quer colocar as Notícias Lusófonas no seu site?
Click Aqui
Add to Google
Serviços

» Classificados
» Meteorologia
» Postais Virtuais
» Correio

» Índice de Negócios
Venha tomar um cafezinho connoscoConversas
no
Café Luso
Contra Corrente
Jorge Eurico



Isto é um assalto, faça a fineza de assinar!
- 14-May-2012 - 9:19

Os assaltantes de viaturas em Luanda adoptaram um novo modus operandis: na altura do assalto apresentam um formulário de compra e venda e pedem à vítima para assinar o nome tal e qual como no Bilhete de Identidade.



Atenção! Está a acontecer em Luanda (onde mais poderia ser?) cidade onde, contrariamente ao que era suposto, possível e desejável, os criminosos trocaram as voltas à polícia. Adiante. Os assaltos de viaturas na capital do país já faziam parte do passado, mas eis que, nos últimos tempos (sobretudo desde altura em que Quim Ribeiro e «sus muchachos» deram com os costados na grades) voltaram a acontecer. Ou seja: o crime voltou aos becos, vielas, ruas e avenidas de Luanda.


Ele (o crime) anda à solta (livre, livre como um passarinho!) sem Bilhete de Identidade, passaporte ou outro tipo de identificação e muitas vezes sobre a carlinga de uma mota rápida.


Agora, os assaltantes de viaturas em Luanda adoptaram um novo modus operandis: na altura do assalto apresentam um formulário de compra e venda e pedem à vítima para assiná-lo tal e qual como no Bilhete de Identidade.


Acto contínuo, levam o carro e o formulário de compra e venda assinado pela vítima, depois desta ter levado umas valentes bofetadas no rosto, sob a ameaça de uma (ou mais) pistola apontada à cabeça.


Riam-se à vontade se quiserem, meus senhores. Mas a verdade é que neste conto (relato) não há pontos a mais e qualquer semelhança com ficção é pura realidade que tem como palco a capital do país.


Digam lá, meus senhores, se os criminosos deram ou não à volta à segurança da capital do país? Façam a fineza de dizer de Vossa Justiça se a Polícia está ou não a perder para os criminosos?


Enquanto isso o ministro do Interior, Sebastião Martins, vai anunciando que o pelouro por si dirigido vai implementar políticas de prevenção criminal e de apoio às vítimas de delitos, com vista a criar um quadro de maior estabilidade ao nível da ordem e segurança pública em Angola.


Até lá, todo cuidado é (principalmente para quem anda de carro nas ruas e avenidas de Luanda) pouco, pois os assaltos vão continuar a somar e a seguir, de forma inexorável, o seu rumo.

Marque este Artigo nos Marcadores Sociais Lusófonos




Ver Arquivo


Anuncie no Noticias Lusofonas e dê a conhecer a sua Empresa em toda a Comunidade Lusófona
Ligações

Jornal de Angola
Sindicato dos Jornalistas
AngolaPress - Angop
Televisão de Angola

Copyright © 2009 Notícias Lusófonas - A Lusofonia aqui em primeira mão | Sobre Nós | Anunciar | Contacte-nos

edição Portugal em Linha - o portal da Comunidade Lusófona design e programação NOVAimagem - Web design, alojamento de sites, SEO